quinta-feira, julho 13, 2006


Queria falar dele como se deve e contar como é bom tê-lo por companhia desde que dei por mim neste mundo e, quiçá, até antes!
O rock pra mim é mais do que um gênero, estilo ou andamento, mais do que os rótulos todos que lhe deram ao longo dos anos. Acho que o rock foi um dom que Deus deixou cair do céu para libertar, para sempre, a espontaneidade que o mundo tinha esquecido ou perdido em algum lugar, na miséria das guerras talvez.
Foi com o rock roubado do rádio alheio que meu pai distraiu-se da fome muitas vezes e, anos depois, foi com o rock que ele nos acalentou. Foi com os rockinhos doces que minha mãe aprendeu a dançar e esqueceu, nas tardes de sábado, no salão da Igreja, as tristezas que tinha então. Minha mãe também nos acalentou com baladas. A preferida dela é "I Should Have Known Better", dos Beatles. Cantava até a versão melosa em português! ;)
Graças ao rock meu irmão venceu a timidez e tornou-se um tagarela. E foi ouvindo rock que eu e ele aprendemos a cantar juntos e com os amigos nas escadas da escola.
Vida longa ao rock'n roll!

1Comentários:

Anonymous Barbara disse...

Como disse o nosso amigo Mick Jagger: I know it's only rock 'n roll but I like it!

11:22 AM  

Postar um comentário

<< Home